Chegou o momento de criar ou reestruturar o site da sua empresa e você começa a analisar as possibilidades. Apesar de ter ouvido falar sobre o WordPress e algumas de suas funcionalidades, não sabe exatamente como funciona a plataforma e de que modo ela pode se encaixar dentro das suas necessidades.

Além disso, precisa de uma ferramenta mais intuitiva para que você tenha mais tempo e dedicação a outras tarefas de sua rotina.

Se identificou? Então saiba mais sobre o que é o WordPress e como ele pode ajudá-lo a conseguir ótimos resultados no post de hoje!

Como tudo começou

O WordPress surgiu no mercado em 2003, com o objetivo de criar e profissionalizar os blogs. Dessa forma, o usuário teria à sua disposição uma ferramenta para realizar alterações de layouts, inserção de conteúdos e outras funcionalidades. Mas, para isso, seria necessário um conhecimento básico dos padrões web, XHTML e CSS.

Por oferecer licença gratuita e um código aberto, o que possibilitaria usar, modificar e fazer inserções sempre que necessário, não demorou muito para que programadores e amadores com algum conhecimento começassem a criar blogs sobre diversos assuntos nessa plataforma.

Inclusive, ao longo de seus mais de dez anos, esses profissionais criaram inúmeros plugins e templates que agregam e modificam funcionalidades para a criação de sites WordPress. Dessa forma, é possível que as demandas de qualquer tipo de projeto sejam atendidas.

Hoje, o WordPress é o sistema de gestão de conteúdo (content management system, ou CMS) mais popular para criação de blogs e sites do mundo.

Como o próprio nome diz, a ideia é que o usuário possa criar seu próprio site ou blog, além de atualizá-lo a qualquer momento. Apesar de ser uma plataforma aparentemente simples, ela não deixa de oferecer possibilidades mais avançadas.

WordPress.com x WordPress.org

Agora que você já sabe mais sobre o que é WordPress, é hora de apresentar as duas versões disponíveis. Apesar de ambas fazerem parte da mesma plataforma, você vai observar que essa é uma das poucas semelhanças entre elas.

O WordPress.com é um serviço de hospedagem de blogs. Com ele, qualquer pessoa pode criar um blog e não pagar nada por isso. São vários layouts que permitem a criação de uma boa identidade visual, além de diversas funções, como o compartilhamento nas redes sociais, por exemplo.

Outras vantagens dessa versão são a simplicidade de manipulação (que não exige conhecimentos técnicos), a gratuidade de instalação e hospedagem, o backup automático e o banco de dados ilimitado.

Considerando suas funcionalidades, é uma plataforma simples, pois os temas são limitados e não podem ser instalados a partir de outros locais, além de não permitirem a adição de novos plugins e nem criar domínios próprios. Nesse caso, por exemplo, os domínios ficam “seusite.wordpress.com”.

Essa é uma boa alternativa para aqueles que não pretendem investir na criação de um blog, possuem pouca experiência em programação, visam o uso privado e não terão necessidade de aparecer em mecanismos de busca por meio de uma estratégia de SEO. Ou seja, para blogs pessoais.

Já o WordPress.org oferece mais liberdade de programação. Depois de instalar a plataforma em seu servidor gratuitamente e fazer o registro de domínio e hospedagem, é só começar a criar. Com ele, é possível desenvolver soluções para quaisquer que sejam os objetivos por meio de uma infinidade de temas e plugins disponíveis, sejam eles desenvolvidos sob medida, gratuitos ou pagos.

Os benefícios do WordPress.org

Listamos, a seguir, alguns benefícios da adoção dessa plataforma. Confira:

  1. Gratuidade: pode ser instalado por meio de download, sem custos, sendo necessário adquirir o domínio e a hospedagem.

  2. Fácil utilização: possui sistemas bastante intuitivos, o que poupa tempo na hora de realizar atualizações.

  3. Permite instalação de plugins: é possível instalar mais de 48 mil deles, sejam aqueles disponibilizados pelo próprio WordPress ou uma infinidade de fontes pagas à sua escolha.

  4. Personalização de temas: a plataforma permite a instalação de milhares de temas, tanto gratuitos quanto pagos. Além disso, hoje eles já vêm com funcionalidades específicas. Quando se instala um tema direcionado ao mercado imobiliário, ele conta com plugins direcionados à venda de imóveis, por exemplo.

  5. Sincronização com outros sistemas: permite a instalação de outros sistemas, como o Google Analytics ou Adsense.

  6. Opção de monetização:  a versão permite a criação de páginas de e-commerce. Dessa forma, é possível vender, controlar seu estoque, oferecer uma boa experiência de compra e muito mais.

  7. Reforço da marca: ao optar pelo WordPress.org e adquirir uma hospedagem, seu site ficará mais profissional, pois terá um domínio próprio e poderá ser encontrado mais facilmente nos mecanismos de busca. Além disso, ao optar por essa versão, você também terá um e-mail personalizado, o que passa mais seriedade.

  8. Controle dos anúncios: com o uso dessa opção, é possível controlar e divulgar anúncios de terceiros — ao contrário do WordPress.com que, por ser gratuito, precisa de anunciantes e, por isso, você não tem controle do que está sendo divulgado em sua página.

Depois de ler este artigo, você provavelmente está mais interessado em conhecer ainda mais detalhes sobre a plataforma e de que maneira ela auxiliará no seu caso em especial.

Mas como fazer isso? Contando com o auxílio de profissionais especializados e capacitados que poderão criar ou reestruturar, de forma simples, rápida e muito funcional o seu site, independente do objetivo que ele tenha.

Eles poderão ajudá-lo a criar sites totalmente personalizados, do jeitinho que você imaginou. Além disso, você poderá contar com todo o suporte para que seja possível alimentar, reprogramar, inserir novas funções, plugins e o que mais for necessário.

Com o WordPress, isso é totalmente viável, pois, além de possibilitar a criação dos mais variados estilos de sites e blogs voltados a qualquer tipo de necessidade, a plataforma ainda permite sua manutenção e alimentação de forma muito simples. Isso é tudo o que a gente precisa, não é mesmo?

E você, ainda tem alguma dúvida sobre o que é WordPress? Quer ficar por dentro de todos os conteúdos aqui do blog? Então aproveite para nos seguir nas redes sociais e não perca nenhuma novidade!