O brasileiro é empreendedor por natureza. Somos um povo criativo e inovador, sempre criando soluções e novos produtos e serviços que todos os dias são lançados no mercado, fazendo com que o número de empresas esteja sempre em evolução.

Além de muita dedicação, conhecimento sobre o mercado, pesquisas constantes e até, porquê não, uma pitadinha de sorte, sua empresa vai precisar de algo essencial, para não dizer fundamental, para se destacar em um mercado cada vez mais disputado: uma boa identidade visual.

Muito mais que um logotipo bem feito, a identidade visual compõe todos os aspectos da comunicação de uma empresa: vai desde uma embalagem até os uniformes, está no site, na frota, nas redes sociais e em todos os lugares que sua empresa esteja presente.

Uma identidade visual bem construída transmite confiança, estabilidade, solidez, profissionalismo e incontáveis outros aspectos primordiais para o sucesso de uma empresa.

identidade visual da coca cola aplicado de maneira errada

É preciso sempre tomar cuidado com aplicações erradas da identidade visual

Mas porquê um elemento tão importante de uma empresa é, muitas vezes negligenciado, deixado de lado?

Algumas vezes, na ânsia de ‘começar a vender’, o empreendedor pula algumas etapas, deixando para resolvê-las em outro momento. Entretanto, quando percebe, sua empresa está em um mar de peças e materiais sem nenhuma conexão entre si: Seu site tem uma identidade, seu material promocional outra, seus cartões tem um logotipo e suas folhas de orçamento outro. Isso causa estranheza e confusão no cliente, podendo refletir esta ‘desorganização’ na estrutura da empresa e ser determinante para que um cliente efetue ou não uma compra.

Alguns passos para a criação de uma identidade visual única e marcante são essenciais:

  1. Definição dos conceitos da empresa: visão, missão, valores não são apenas frases bonitas para adornar o escritório da empresa. São os pilares do sucesso e a bússola que aponta onde esta empresa quer chegar. Ter bem definido ‘o porquê da empresa existir’, em qual mercado ela está inserida e qual fatia do mercado pretende atingir são as diretrizes para criação da identidade.
  2. Planejamento e execução: a construção de uma identidade visual vai muito além da criação de um logotipo. Em uma empresa nova, exige a criação de todo tipo de diretrizes para a criação de futuras peças que a empresa possa utilizar. Para empresas mais antigas e que nunca trabalharam com clareza a identidade, o trabalho é ainda maior, pois precisa ser gradual e persistente, substituindo todas as peças que já foram utilizadas. Para ser eficiente, é preciso definir ações por etapas.
  3. Busca pelo simples: existe uma máxima na publicidade e design que nunca mudou: “menos é mais”. A criação de uma boa identidade visual deve buscar sempre a simplicidade e o equilíbrio entre todos os elementos: gráficos, cores, ícones, tipos utilizados e por aí vai. Um bom profissional saberá como transformar as informações captadas no briefing em conceitos e materiais que farão de sua identidade visual única e marcante.
  4. Revisão constante dos materiais aplicados: com a identidade visual pronta, o próximo passo é sempre verificar se os materiais estão sendo aplicados de acordo com o manual de aplicação da marca. Profissionais menos experientes podem cometer erros na hora de aplicar a marca, causando distorções, utilizando cores erradas, tipos errados e desta forma causando um ruído desnecessário na comunicação. Em empresas onde vários colaboradores utilizam a marca e a identidade, é muito comum vermos alguns ‘monstros’ nascendo. Em um comunicado, timbrado ou e-mail. Imagine em um time com cinco pessoas onde cada um utiliza uma assinatura de e-mail diferente, muito ruim para a imagem da empresa, pois reflete grande desorganização.
  5. Atualizações periódicas: assim como a vida e a sociedade, marcas e empresas evoluem. Uma empresa sempre deve fazer revisões em seus objetivos, para se adaptar ao mercado, às novidades, aos novos tempos. Da mesma forma, também deve ser feito com a identidade visual. Não defendemos que a marca deve estar sempre em mutação, mas a identidade visual deve ser sempre revista e atualizada: os sites mudam, os materiais impressos mudam, a fachada das lojas mudam, os suportes de comunicação estão sempre em evolução. É sempre bom rever seu material para ter certeza que ele ainda causa impacto nos clientes e se destaca da concorrência.
identidade visual da apple evoluiu e foi modernizada ao longo dos anos

O logotipo da Apple e toda identidade visual passaram por várias atualizações ao longo dos anos

Existem vários profissionais qualificados para a gestão de marca e identidade visual, o famoso branding. Como vimos, o sucesso de sua empresa e produto passam por uma ótima identidade visual.

Na Agência Holoffote, temos um time criativo com grande experiência no planejamento, criação e gestão de marca.

© 2017 – Agência Holoffote – Escrito por: Charles C. Faria – 29/06/2017